ESTA CORREGEDORIA NÃO É DA FUNDAÇÃO!

ESTA CORREGEDORIA NÃO É DA FUNDAÇÃO!
DENUNCIEM ILEGALIDADES DOS CENTROS DA FUNDAÇÃO CASA

terça-feira, 14 de abril de 2015

Rebelião apos um dia de intervalo!!!!!!!!!

Rebelião na Fundação Casa deixa feridos, diz entidade

Tumulto ocorreu na tarde desta terça-feira (14) em Itaquaquecetuba.
Segundo informações iniciais, seis funcionários ficaram feridos.

Jamile Santana e Gladys PeixotoDo G1 Mogi das Cruzes e Suzano
Rebelião foi controlada em uma das unidades de Itaquaquecetuba (Foto: Jamile Santana/G1)Rebelião em uma das unidades de Itaquaquecetuba foi controlada na tarde desta terça-feira, 14. (Foto: Jamile Santana/G1)
A Polícia Militar e uma equipe da corregedoria da Fundação Casa controlaram uma rebelião em uma das unidades da entidade em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, na tarde desta terça-feira (14). A Fundação Casa informou que seis funcionários ficaram feridos durante a contenção da rebelião. De acordo com a entidade, os ferimentos foram leves e todos passam bem. Por volta das 16h30, a Fundação Casa informou também que dois adolescentes ficaram feridos. Segundo a entidade, eles receberam atendimento de uma equipe médica no local e passam bem.
Segundo o sargento Ijaquison de Souza Coutinho, da 2ª companhia do 35º Batalhão, o tumulto na unidade, localizada no bairro Perobal, começou durante uma briga entre os internos na aula da tarde. Coutinho disse que dois funcionários foram feitos reféns. A Fundação Casa, porém, não confirmou que havia trabalhadores reféns.
Um corregedor da Fundação Casa esteva no local. “Fomos acionados por causa de um desentendimento entre os adolescentes por volta das 13h30. Isso gerou um tumulto dentro da unidade. A PM entrou e os servidores que trabalham no local conversaram com os adolescentes e a situação foi contornada”, explicou o  corregedor Luís Philipe de Oliveira. Ele disse ainda que uma  sindicância será instaurada para apurar o que provocou a briga e quem participou do tumulto. Segundo a entidade, nem todos os internos participaram da rebelião.
De acordo com a Fundação Casa, a unidade tem capacidade para 64 internos e atualmente abriga62 jovens.
Confira abaixo a nota enviada pela Fundação Casa na íntegra:
"A Corregedoria Geral da Fundação instaurou sindicância para apurar um princípio de tumulto ocorrido no CASA Itaqua, que fica na cidade de Itaquaquecetuba, Região Metropolitana de São Paulo, na tarde desta terça-feira (14 de abril).
Por volta das 13h30, um grupo de adolescentes se envolveu num princípio de tumulto. Houve a necessidade de contenção e seis servidores ficaram levemente feridos. A situação foi controlada às 14h30 pelos próprios funcionários.
A Polícia Militar foi acionada para dar apoio externo. Não houve fuga. Os adolescentes envolvidos passarão por uma Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD), que irá analisar as sanções disciplinares a serem aplicadas. O Judiciário e os familiares dos adolescentes serão informados da ocorrência."

DIRETOR DE JACAREI E AGENTES SÃO AFASTADOS PELO MP!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

14/04/2015 13h09 - Atualizado em 14/04/2015 13h09

Diretor da Fundação Casa de Jacareí é afastado por suspeita de agressão

Além dele, outros cinco agentes foram afastados pela Justiça.
Decisão é em caráter liminar após ação movida pelo Ministério Público.

Do G1 Vale do Paraíba e Região
O Tribunal de Justiça determinou o afastamento do diretor provisório da Fundação Casa de Jacareíe mais cinco agentes por suspeita de maus tratos contra adolescentes internados na unidade.

A decisão ocorre em caráter liminar após ação movida pelo Ministério Público (MP). Além dos afastamentos, a Justiça determinou que o Estado de São Paulo faça a instalação de câmeras de segurança em todos os espaços internos e externos da unidade da unidade no prazo de 120 dias.
De acordo com o órgão, as supostas agressões e maus tratos teriam acontecido após um tumulto no refeitório da unidade em março. Por nota, a Fundação Casa informou que a instituição não tolera qualquer tipo de desrespeito aos direitos humanos dos adolescentes e que não compactua com as práticas de maus-tratos.

Sobre a denúncia de supostas agressões no centro socioeducativo de Jacareí, a Corregedoria Geral da Fundação Casa instaurou uma sindicância para investigar os fatos e que "os afastamentos foram determinados com base apenas nos depoimentos dos jovens, sem qualquer
oportunidade de manifestação dos servidores ou da Fundacao Casa".
FONTE: G1

EM TEMPO DE CRISE FUNDAÇÃO CONTRATA EX DIRETOR DO IML!!!!!!!!!!!!!!!!

Este é o governo do PSDB cuidando de você oque não arrumou o IML de São Paulo em 15 anos agora é contratado para auxiliar na direção da Fundação kkkkkkkkkkkkkkkk e eu que sou demitido!



ISSO AI AMIGOS AUMENTO NÃO PODE DAR, MAIS CONTRATAR PARA CARGOS COMISSIONADOS ISSO PODE , E VOCÊ AINDA ESTA PENSANDO EM FAZER GREVE OU NÃO VEJA COMO SE DEU A DEMISSÃO DO CONTRATADO PELA FUNDAÇÃO COMO ASSISTENTE DE DIREÇÃO.

28/02/2013 20h21 - Atualizado em 01/03/2013 11h55



Profissionais do IML acreditam em melhoria 



após troca de comando



Celso Perioli deixou o comando da Polícia Científica nesta 



quinta-feira.


G1 mostrou em janeiro a situação precária dos IMLs no Vale 


do Paraíba.

Do G1 Vale do Paraíba e Região
2 comentários
Foto IML de Jacareí  (Foto: Fernando Alves/TV Vanguarda)Instituto Médico Legal de Jacareí.
(Foto: Fernando Alves/TV Vanguarda)
A mudança no comando da Polícia Técnico-Científica de São Paulo aumenta a expectativa dos profissionais do Instituto Médico Legal, no Vale do Paraíba, de melhores condições de trabalho. Em janeiro G1 percorreu as unidades da região e constatou problemas em todas as unidades.

Funcionários ouvidos pela reportagem, nesta quinta-feira (28), acreditam que a saída do perito Celso Perioli pode acelerar a readequação dos postos do Instituto Médico Legal na região. "A situação começou a mudar com a passagem do secretário de Segurança Pública pela região. Já temos mais condições de trabalho. O novo diretor deve ser um médico e isso nos faz acreditar que os IMLs serão gerenciados por pessoas que conhecem os problemas", diz um médico ouvido pelo G1, que não quis se identificar.
Em Taubaté, o IML continua interditado. "Pelo menos já vimos alguma mudança. Pessoas medindo o prédio para a instalação de exaustores. A troca de comando dá uma esperança", diz um funcionário da unidade, por telefone.
Celso Perioli deixou o comando da Polícia Científica nesta quinta-feira (28). Ele ocupava a diretoria há 15 anos. O novo diretor é Paulo Aragate Vasquez, médico do IML de Osasco, formado na Faculdade de Medicina de Itajubá.
IMLs do Vale
Atrasos em exames, estrutura precária, escalas abusivas de trabalho e até um corpo no chão foram flagrados pela reportagem. O caso foi levado ao então diretor da Polícia Técnico-Científica, Celso Perioli, no dia 21 de janeiro. Na época, Perioli disse que os problemas estruturais seriam resolvidos nos 15 dias seguintes à reportagem.
No dia 19 de fevereiro a reportagem ouviu médicos e auxiliares de necrópsia que trabalham nas unidades. Eles relataram que, quase um mês após a reportagem, nada havia mudado. O caso foi apresentado ao secretário de segurança pública, Fernando Grella, durante entrevista à TV Vanguarda.(veja vídeo ao lado). Ele informou que após a reportagem foram instaurados dois procedimentos. Um para investigar falha na gestão das unidades e outro para avaliar as necessidades das unidades.
Troca de comando
O diretor da Polícia Técnico-Científica de São Paulo, Celso Perioli, deixou o cargo na manhã desta quinta-feira (28) após quase 15 anos na função. Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da Secretária da Segurança Pública (SSP) informou que Perioli entregou o comando. Os motivos da demissão não foram informados pela pasta.
O médico e psiquiatra Paulo Argarate Vasques assumiu a diretoria da Polícia Técnico-Científica. Também houve mudanças nos órgãos que são subordinados a ela: o Instituto de Criminalística (IC), que era dirigido por Adilson Pereira, será chefiado pela perita Norma Sueli Bonaccorso. O Instituto Médico-Legal (IML), antes comandado por Roberto de Sousa Camargo, terá à frente o médico-legista Ricardo Kirche Cristofi.

fontes: Portal da Transparencia do estado de São Paulo , Diario oficial do estado de São Paulo , portal G1
agradecimentos: Obrigado aos leitores do blog por estarem colaborando com as materias investigativas  a categoria agradece assim como eu.

Ass: Agente Munhoz

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Audiência no MPT - Campanha Salarial 2015 - Fundação CASA

Aconteceu no Ministério Público do Trabalho, 13/04, audiência de conciliação da Campanha Salarial 2015. Estiveram presentes comissão de trabalhadores, direção do SITRAEMFA e Fundação CASA.
MPT 13 04
O procuradorLuis Carlos Michelle Fabri iniciou os trabalhos questionando a Fundação CASA sobre as cláusulas econômicas, que entre elas estão: reajuste salarial, vale-refeição, vale- alimentação, adicional de qualificação, qüinqüênio, vale-cultura, entre outras.
A Fundação CASA não titubeou ao afirmar que está com limitação orçamentária, mas que todas as clausulas de cunho econômico sairão somente do Governo. O que inviabilizou a discussão para estes itens.
O procurador então passou a discutir as clausulas sociais. Entrando na polêmica clausula 19º, que trata da escala 2x2. A direção do SITRAEMFA relatou o histórico da escala e ressaltou a importância da escala com 8 folgas. A Fundação CASA por sua vez ficou de levar para o Governo e ponderar essa questão.
A direção do SITRAEMFA ainda denunciou que a Fundação CASA está implementando de forma cruel a escala 5x2 de quarta à domingo das 13hs às 22hs, com uma folga no domingo de 7 em 7 semanas fazendo com que os trabalhadores adoeçam com mais rapidez, pois esta escala gera o estresse no trabalhador, por conta do ambiente insalubre.
Foi questionado ainda à Fundação CASA a exclusão desses servidores no plantão noturno.
Referente clausula 20º - troca de plantão, a Fundação entende que pode acarretar horas excedentes, porque o funcionário tem que trabalhar 6 dias.
Para o horário de banco, o Procurador se manifestou de forma positiva dizendo que é no mínimo razoável  o funcionário ter 2hs no mês para ir ao banco.
Estamos cientes que essa reunião chamada pelo MPT, é uma audiência de conciliação. Não tem finalidade de julgamento, mas que servirá para fundamentar um futuro julgamento no TRT 2° Região.
E após três horas de audiência, o procurador solicitou que a Fundação faça uma contra proposta das possíveis cláusulas que poderão ser contempladas ou trazer algum beneficio para os trabalhadores continuarem a negociar e impedir a paralisação.
Ata MPT 1

Ata MPT 2


Ata MPT 3

FONTE:http://www.sitraemfa.org.br/destaque/625-audiencia-no-mpt-campanha-salarial-2015-fundacao-casa.html
COMENTÁRIOS: CATEGORIA BONUS MIRRADO E MAIS UMA VEZ SEM NEGOCIAÇÃO É HORA DE FALAR A LINGUAGEM QUE O PATRÃO ENTENDE GREVE GERAL! ATE QUANDO VAMOS SAIR DO TRABALHO ASSIM !!!!

ASSINADO:AGENTE MUNHOZ


COMPANHEIRO  AGREDIDO NA REBELIÃO DE GUARULHOS 2 NESTE DOMINGO PASSADO!!!