sábado, 19 de Julho de 2014

VEJA DEPOIMENTO DE SERVIDOR SOBRE A FALTA DE SEGURANÇA DA FUNDAÇÃO CASA!!!!

 BOM VAMOS VER OQUE DE BOM ESTE SERVIDOR TEM PARA FALAR EM SEU DEPOIMENTO !!!!!!!!!!!!!



FONTE:http://www.jornaldaclube.com.br/videos/14232/agente-da-funda%C3%87%C3%83o-casa-de-batatais-reclama-da-falta-de-seguran%C3%87a

Agentes da Fundação Casa dizem temer novas agressões em Ribeirão Preto

Depois da agressão que aconteceu na UIP (Unidade de Internação Provisória) Ouro Verde da Fundação Casa em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), no dia 12, funcionários afirmam que a instituição não reforçou o efetivo e que têm medo de serem vítimas de novas agressões.

Na semana passada, um funcionário foi agredido, supostamente por adolescentes. Um boletim de ocorrência de tentativa de homicídio foi registrado pela Polícia Civil. Ele sofreu fratura no nariz, além de escoriações.

Segundo o agente, o fato aconteceu porque os adolescentes têm passado mais tempo trancados dentro dos quartos e porque são poucos funcionários para cuidar dos menores internados.

A assessoria da Fundação Casa informou, no entanto, que 28 novos funcionários foram deslocados para as três unidades da fundação em Ribeirão Preto durante esta semana e que outros 21 deverão assumir em breve.

Ainda segundo a assessoria, o caso de agressão está sendo investigado por meio de uma sindicância interna.

Porém, os funcionários alegam que a fundação não modificou o quadro e que neste sábado (19) e domingo (20), vai haver plantão com dois funcionários apenas para 22 adolescentes, por módulo –número que colocaria em risco a segurança deles.

Segundo o Sitraemfa (sindicato que representa a categoria), funcionários de 90% das unidades no Estado reclamam da insegurança.

A média, segundo o sindicato, é de um funcionário para oito internos nas unidades.

A Folha teve acesso a documentos que mostram que havia dois funcionários para 24 adolescentes no último sábado no Complexo C da Ouro Verde, onde supostamente aconteceu a agressão.

A assessoria da Fundação informou não ter conhecimento destes documentos.

Os dois funcionários que foram agredidos estão em tratamento psiquiátrico no Caps (Centro de Atenção Psicossocial). Eles tiveram afastamento de 30 dias e dizem que estão com medo de voltar.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ribeiraopreto/2014/07/1488223-agentes-da-fundacao-casa-dizem-temer-nova-agressao-em-ribeirao.shtml

TERRORISMO NAS ORGANIZAÇÕES INSTITUCIONAIS LEI (LEI DA MORDAÇA)

     BOA NOITE A TODOS SERVIDORES DE SÃO PAULO  COM HONRA E QUE AINDA OSTENTÃO  DIGNIDADE !!!!!!!!!!!!


ESTAMOS NO ANO DE 2014 E AINDA HOJE MUITAS INSTITUIÇÕES INSISTEM EM CULTIVAR A PRATICA DO TERRORISMO  DO ASSEDIO DA PRESSÃO E AUTORITARISMO EM SEUS COLABORADORES, EM VEZ DE DETECTAR OS PROBLEMAS ESTAMPADOS NAS REDES SOCIAIS COMO UM TERMÔMETRO E UMA FERRAMENTA PARA MUDAR O PARADIGMA, E COM ISSO TORNAR O AMBIENTE DE TRABALHO MAIS SADIO, SALUBRE  E ASSIM TORANDO MAIS PRODUTIVO E MENOS INSANO OS LOCAIS DE TRABALHO.

O QUE VEMOS É JUSTAMENTE AO CONTRARIO UM LUGAR AONDE PODERIA SER A UNICA VÁLVULA DE ESCAPE PARA COLABORADORES  SE TORNA UMA EXTENSÃO   DO AUTORITARISMO  INJUSTIÇA  ASSEDIO COMETIDOS DENTRO DO AMBIENTE DE TRABALHO, E CERTAS INSTITUIÇÕES PENSAM QUE ASSIM COM O TERRORISMO E A TOTAL FALTA DE DIALOGO VAI CONSEGUIR ESCONDER O SENTIMENTO DE REVOLTA DESCONTENTAMENTO DENTRO DE CADA COLABORADOR ATRAVÉS DA MORDAÇA DA CHIBATA, PENA QUE ESSES DIRIGENTES DESSAS INSTITUIÇÕES NÃO SABEM QUE A ESCRAVIDÃO E A SERVIDÃO INCONDICIONAL ACIMA DA RAZÃO NÃO EXISTEM  MAIS , PODEM  SUFOCAR ALGUNS NO MEIO DA MULTIDÃO MAIS  A SEMENTE DA JUSTIÇA GERMINA NO PEITO DE CADA COLEGA  QUE ESTA NA LINHA DE FRENTE DESSAS INSTITUIÇÕES COM DIRIGENTES ULTRAPASSADOS OBSOLETOS FASCISTAS.
PODEMOS SER SACRIFICADOS SIM MAIS A IDEIA DE NÃO ACEITAR A INJUSTIÇA O ABUSO DE PODER  DOS SENHORES DO ENGENHO FICOU E ISSO NÃO PODERÁ SER TIRADO JAMAIS TENHO A CONSCIÊNCIA TRANQUILA .

A MAIOR HONRA PARA UM GUERREIRO  É MORRER LUTANDO, MEU CORPO PODE ESTAR FERIDO MAIS MEU ORGULHO E MINHA HONRA  PERMANECERA EMACULADOS PARA SEMPRE.

ASS:MUNHOZ

sexta-feira, 18 de Julho de 2014

Polícia começa apurar rebelião na Fundação CASA de São Carlos


Redação São Carlos Agora


Nesta quinta-feira (17) a Polícia Civil deu prosseguimento nas investigações para apurar as causas da rebelião na Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (CASA), ocorrida no final da tarde do último dia 6. Segundo a reportagem conseguiu apurar a Corregedoria Geral da Fundação CASA da capital paulista também teria instaurado um procedimento administrativo para apurar o motim que contou com a participação de 11 menores infratores.

Cinco agentes de apoio e agentes penitenciários saíram feridos e teriam sofrido ameaças de morte.


Menor se Arrepende de Infrações e Cumprirá Medida Socioeducativa



Estudante de Urupês foi apreendido por um dia na Fundação Casa de Rio Preto
publicado em 18/07/2014 às 10:30



Caso registrado em Urupês ganhou repercussão nacional

O menor de 17 anos de Urupês que foi apreendido na Fundação Casa de São José do Rio Preto, por ameaçar e ofender professores na escola Rubens Ferreira Martins, foi liberado na tarde quarta-feira, 19, para prestar serviços à comunidade.
De acordo com o juiz Renato Soares de Melo, o menor confessou as acusações do Ministério Público e se arrependeu dos seus atos. “ Ele demonstrou-se arrependido e reconheceu que a internação lhe serviu de lição, comprometendo-se a cumprir as medidas impostas”, explica.
Segundo Melo, ao menor foram impostas as medidas de liberdade assistida e prestação de serviços à comunidade, acompanhado de tratamento psicológico para controle de sua agressividade. O adolescente foi apreendido por um dia na cadeia de Novo Horizonte e ficou mais um dia na Fundação Casa.
O Ministério Público de Urupês havia decretado a internação provisória do adolescente, de no máximo 45 dias na Fundação Casa, por ele apresentar comportamento agressivo, ofender e ameaçar professores na unidade escolar. O jovem foi encaminhado no dia 14 à cadeia de Novo Horizonte, e no dia seguinte foi levado a Fundação.
O juiz decretou a liminar em defesa dos professores e direção que informaram que há tempos o estudante vinha causando problemas na unidade, com desobediência e quebra de regras. Recusando-se fazer uso de uniforme, saindo da sala de aula em horários não autorizados e não aceitando advertências recebidas.


quarta-feira, 16 de Julho de 2014

CUIDADO SERVIDOR EXCLUA SUA CONTA DO FACE A LEI DA MORDAÇA ESTA INSTITUÍDA!!!

ISSO MESMO SERVIDORES AGORA  A LEI DA MORDAÇA VIRTUAL ESTA IMPERANDO ATE MESMO NO ESPAÇO VIRTUAL , SIMPLES PARODIAS DO COMPANHEIRO ADRIANO NEIVA ESTÃO INCOMODANDO NOSSA TÃO ILUSTRE BONDE DOS PODEROSOS , E ACONSELHO A TODOS A SE CURVAREM PERANTE O BEL PRAZER DOS SUPERIORES ACEITAR TUDO CALADO E ENFIAR O NOSSO RABO ENTRE AS PERNAS E VER TUDO E APLAUDIR SEM OPINAR OU SE MANIFESTAR NEM MESMO NAS REDES SOCIAIS POIS SEREMOS AÇOITADOS  A QUALQUER MANIFESTAÇÃO DE DESCONTENTAMENTO, BOM  VISTA A CARAPUÇA QUEM QUISER NÃO É.


LAMENTÁVEL MAIS ESTA SITUAÇÃO PARECE QUE ESTAMOS EM UM QUARTEL!!!!!!!!!!!!!


FICO PENSANDO SERA QUE VALE A PENA CONTINUAR NESSA INSTITUIÇÃO COM TANTOS ABSURDOS  DESTES ACONTECENDO BEM DIANTE DE TODOS .

SERVIDOR RECEBE PROCESSO ADMINISTRATIVO E REALIZA GREVE DE FOME DEVIDO SER MAL INTERPRETADO EM REDES SOCIAIS

nosso companheiro adriano neiva,esta nesse momento realizando uma greve de fome devido ter recebido um processo administrativo,por ter desabafado em redes sociais,e mal interpretado sobre suas falas,por tanto estamos todos nos torcendo pela sua vitoria,diante dos fatos que vierem acontecer,o servidor adriano neiva com suas palavras desabafa nesse blog,pra esclarecer a todos que se acha injustiçado,e com essas palavras  relata que diante desta evidente perseguiçao a um pobre e miseravel trabalhador,esta iniciando um protesto pacifico na sede da fundaçao casa,rua florencio de abreu,numero 848,bairro da luz em sp,apartir da data de 17/07/2014,o mesmo relata que a corregedoria da fundaçao,como sinal de retaliaçao e no intuito de fazer servir de exemplo para os demais servidoresda categoria,que reclamam em redes sociais,contudo selecionam isolados de contexto para dar a conotaçao que desejam a saber de falta funcional.
nos companheiros nos sensibilizamos com esse acontecimento e desde ja estamos torcendo pra que esse mal entendido seja resolvido da melhor maneira possivel...















(Vídeo) Aluno detido por ameaças deve ser transferido para a Fundação Casa

Estudante ameaçava alunos e professores e foi detido em Urupês.

Menor está em uma cadeia e será transferido para a Fundação Casa.





Deve ser transferido ainda nesta terça-feira (15) para a Fundação Casa de São José do Rio Preto (SP) o adolescente que foi detido por mau comportamento em uma sala de aula em Urupês (SP). O menor saiu da escola em um carro de polícia e foi levado direto para a cadeia.

A decisão da Justiça foi com base nos relatos dos funcionários da escola. Segundo os professores, além de ofender e ameaçar, o estudante vinha causando problemas graves em sala de aula. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia da cidade e, em um dos casos, o menor chegou a rasgar o livro onde são descritos os casos de indisciplina na escola.
saiba mais
O que você acha da decisão do juiz de mandar um estudante para a Fundação Casa por mau comportamento na escola? Opine
Aluno que ameaçava professores foi detido dentro da escola em Urupês
Justiça manda internar menor após ameaça a professores e alunos

O estudante está, por enquanto, na cadeia de Novo Horizonte (SP) até ser transferido para a unidade de internação de menores, onde ficará pelo prazo máximo de 45 dias.

O Conselho Tutelar de Urupês disse que só ficou sabendo do caso nesta segunda-feira (14) e que não foi procurado pela Justiça, nem pela escola. A direção da escola não quis se manifestar sobre o assunto.

Violência na escola
A violência nas escolas públicas é preocupante no Estado. Números da última pesquisa feita pela Apeoesp, Associação dos Professores do Estado de São Paulo mostram que a violência vem crescendo.

A pesquisa revelou que 84% dos professores já presenciaram situações de violência na escola e destes, 44% sofreram algum tipo de violência no ambiente escolar. Ainda segundo a pesquisa, 62% dos professores já foram ofendidos por alunos e 42% já viram alunos sob efeito de drogas. E 6% dos professores do estado já foram agredidos em sala de aula.

Menor foi para cadeia, onde aguarda vaga na Fundação Casa (Foto: Reprodução/ TV TEM)


Reincidência atinge 13% nas unidades da Fundação Casa na RVP Vale

Reincidência atinge 13% nas unidades da Fundação Casa na DRVP Vale

Elaine Rodrigues

Vista geral da Fundação Casa de São José dos Campos





Flávio Pereira/Meon

Mais de 13,5% dos adolescentes da Fundação Casa estão em sua segunda internação nas unidades da RMVale.

A medida sócio educativa é aplicada à pessoas com menos de 18 anos de idade que cometeram alguma infração penal.

Nas ruas a Policia Militar também sente o impacto do aumento da criminalidade entre crianças e adolescentes. Um levantamento feito pela PM, a pedido do Meon, aponta que quase metade dos crimes na região tem a participação de adolescentes.

Nos últimos dois anos, a RMVale registrou aumento de 45% no número de ocorrências envolvendo menores. Em 2012, a PM apreendeu de janeiro a abril, 75 adolescentes em flagrantes. No mesmo período de 2014, já são 109 apreensões.

"Essa variação é refletida especialmente nos crimes de tráfico, furto e roubo, inclusive os de veículos. Essa elevada participação de adolescentes traz também um número grande de reincidências, embora não tenhamos esses dados tabulados, é o que a vivência tem nos apontado", afirma o chefe do setor de comunicação da Polícia Militar na RMVale, capitão Antero Alves Baraldo.

Opinião
Nas delegacias especializadas em Infância e Juventude, também cresce a sensação de impunidade. Para o delegado Fábio Carvalho, titular da Diju (Delegacia de Policia da Infância e Juventude) em São José dos Campos, o aumento de adolescentes envolvidos com a criminalidade é, em grande parte, causada pelo tráfico. "Existe um mercado imenso precisando de gente para trabalhar e eles acabam levando esses meninos para traficar. Eles estão cada dia mais ousados. São presos e dizem que não vai dar em nada, que vão ser soltos e se sentem acima da lei", conta.

Segundo o promotor da Vara da Infância e da Juventude de São José, João Marcos Costa de Paiva, os adolescentes são vítimas vulneráveis de um sistema com falta de oportunidades. "Esses meninos encontram no tráfico por exemplo, uma forma de protagonizarem de alguma forma em sua vida. É próprio do adolescente com idade entre 12 e 18 anos querer se destacar. Se não tem oportunidade de fazer isso num esporte ou nos estudos, vão encontrar no tráfico o caminho", detalha o promotor.

Internações
Na Fundação Casa estão internados adolescentes que cometeram infrações como roubo, homicídio e tráfico de drogas. Existe dois tipos de internações, a provisória, com permanência máxima de 45 dias, enquanto aguardam o julgamento, e a permanente que pode variar de seis meses a três anos.